Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

O Bom, o Mau e a Vilã

Sem censura, politicamente correcto ou interesses instalados

O Bom, o Mau e a Vilã

Sem censura, politicamente correcto ou interesses instalados

19
Fev18

"The Ritual" - Arrepiante pela Metade

A Vilã

the_ritual_international_poster-1.jpg

 

    Quem, como eu, gosta de terror e mais especificamente do subgénero "grupo de amigos perdido em floresta arrepiante" sabe que é difícil encontrar um filme decente dentro desta temática. Sendo assim, não esperava muito deste "The Ritual", um filme britânico realizado por David Bruckner, disponibilizado este mês pela Netflix e que acabou por revelar-se uma boa surpresa.

    Temos um grupo de amigos que decide fazer uma caminhada em honra de um amigo que foi assassinado num assalto e, a meio da viagem acaba por escolher um caminho mais curto que, por mero acaso, implica atravessar uma floresta com um aspecto pouco convidativo.

   Como seria de prever, as coisas na floresta começam a tornar-se bastante estranhas e assustadoras e, apesar de todos os sinais indicarem que o melhor seria voltar para trás, é claro que isso não acontece. Aliás, como sabemos, a decisão mais acertada é sempre passar a noite numa cabana abandonada no meio da floresta.

   Dito isto, parece ser uma história que já vimos vezes sem conta e a verdade é que o argumento, baseado no romance homónimo de Adam Nevill, nada tem de original. Apesar disso, o filme consegue manter um ambiente de tensão muito palpável e um interesse genuíno sobre o que irá acontecer.

   A opção de não revelar demasiado sobre a ameaça que se esconde na floresta é crucial para manter o suspense. De realçar a qualidade da fotografia que contribui muito para construir um cenário de grande beleza mas muito dark e bastante arrepiante.

   Também a caracterização das personagens é melhor do que costuma ser neste tipo de filmes. O bom desempenho dos actores traz credibilidade às personagens e à situação em que se encontram. Conseguimos sentir o medo.

 

The-Ritual-2017.jpg

 

   Infelizmente, ao contrário do que acontece em "The Blair Witch Project", (a comparação é inevitável) a última meia hora do filme é um completo anticlímax. A revelação daquilo que existe na floresta acaba com a sensação claustrofóbica e creepy que até aí se mantinha. O interesse perde-se, torna-se tudo demasiado previsível e déjà vu. Com outro final, menos explícito e revelador, seria mais do que apenas um filme acima da média. De qualquer maneira, é um bom filme a ver por todos aqueles que apreciam o género.

 

                                   O BOM - a beleza arrepiante e claustrofóbica do cenário

                                   O MAU - a previsibilidade da última meia hora

                                   VEREDITO - uma boa surpresa, com um final decepcionante

 

 

 

 

Sobre mim

foto do autor

Pesquisar

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

A Ler

Comentários recentes

  • HD

  • A Vilã

    Também achei!

  • HD

    Muito engraçado e bem conseguido :-)

  • A Vilã

    É verdade, fica aquela sensação de que quem vê não...

  • Triptofano!

    É realmente das piores coisas que pode acontecer, ...

Arquivo

    1. 2018
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D