Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

O Bom, o Mau e a Vilã

Sem censura, politicamente correcto ou interesses instalados

O Bom, o Mau e a Vilã

Sem censura, politicamente correcto ou interesses instalados

27
Mai18

Despenalização da Eutanásia - Decisão vs Imposição

A Vilã

EUTANASIA.jpg

 

   Na próxima 3ª feira serão votados na Assembleia os projectos-lei que defendem a despenalização da eutanásia. Muito se tem ouvido sobre a complexidade da questão, mas será que é mesmo assim tão complexa? Afinal, despenalizar a eutanásia não implica recorrer a ela. Aqueles que são contra a morte medicamente assistida podem continuar a ser contra, nada lhes é imposto. Ao contrário, a não despenalização é uma imposição que impede a decisão de outros sobre algo que deveria ser um direito.

   Quem defende a despenalização pretende apenas que seja possível ter a liberdade de decidir sobre não querer prolongar uma vida que já não é mais do que um sem fim de sofrimento e degradação. Ter a liberdade de decidir que o futuro já não poderá trazer nada mais do que uma sobrevivência dolorosa. Não se trata de impor nada, apenas dar liberdade de decisão sobre algo que é do foro pessoal.

   Um retrocesso civilizacional é querer impor aos outros a impossibilidade de decidir sobre a sua própria vida. Aqueles que são contra a despenalização consideram que a sua verdade e as suas crenças são mais válidas que a vontade de cada ser humano. Parecem julgar que tirar a liberdade de decisão é a única maneira de todos seguirem o "caminho correcto". Deviam perceber que o caminho deve ser uma escolha consciente de cada um.

  Compreendo que por razões de fé religiosa não se aceite a eutanásia, mas não esqueçamos que o Estado é laico e, como tal, as leis religiosas não deverão ter aqui qualquer tipo de influência.

   Penso que a única coisa que podemos colocar em questão é a posição dos médicos e enfermeiros, mas tendo em conta que podem ser objectores de consciência, nada os obriga a esta prática se for contra os seus princípio. 

   Vale a pena lembrar que, de acordo com os projectos-lei, a eutanásia será uma possibilidade apenas para pessoas maiores de 18 anos, sem problemas ou doenças mentais e que estejam em sofrimento numa situação de doença incurável. Além disso, terá que ser sempre uma decisão tomada em consciência e confirmada várias vezes. Nunca será uma decisão tomada de ânimo leve.

   Por tudo isto, a despenalização da eutanásia é um avanço civilizacional, no sentido em que é mais um passo que contribui para a dignidade do ser humano, dando-lhe a possibilidade de decidir sobre aquela que é a sua vida e a sua liberdade.

 

                                                    O BOM -  a possibilidade de decidir

                                                    O MAU -  a defesa da imposição

                                                    VEREDITO - pela despenalização

Sobre mim

foto do autor

Pesquisar

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

A Ler

Comentários recentes

  • HD

  • A Vilã

    Também achei!

  • HD

    Muito engraçado e bem conseguido :-)

  • A Vilã

    É verdade, fica aquela sensação de que quem vê não...

  • Triptofano!

    É realmente das piores coisas que pode acontecer, ...

Arquivo

    1. 2018
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D