Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

O Bom, o Mau e a Vilã

Sem censura, politicamente correcto ou interesses instalados

O Bom, o Mau e a Vilã

Sem censura, politicamente correcto ou interesses instalados

08
Dez18

"Bohemian Rhapsody" - Long Live the Queen

A Vilã

Bohemian-Rhapsody-QUEEN-Full-Movie-Trailer-2018.jp

  

   Este é um filme para ver no cinema. "Bohemian Rhapsody" pede a grandeza de som e ecrã que só o cinema pode dar e, visto de outra forma, a experiência não será a mesma. 

 

   São conhecidos alguns problemas com o realizador Bryan Singer durante a rodagem do filme, que acabaram por levar ao seu despedimento pela 20th Century Fox, alegando questões relativas a ausências injustificadas e problemas com o protagonista Rami Malek. Consta que Singer atirou com qualquer coisa ao actor por este ter feito uma queixa ao estúdio acerca das suas constantes ausências. Por tudo isto, o filme foi realizado por Bryan Singer mas terminado por Dexter Fletcher. Enfim, o que importa é que "Bohemian Rhapsody" ultrapassou estes obstáculos que acabaram por não ter um reflexo negativo no produto final que é brilhante.

 

  A música é o fio condutor na base da narrativa, que acompanha a história dos Queen e do seu vocalista Freddie Mercury, desde a formação da banda até à histórica actuação no Live Aid em 1985. E é essencialmente na música que reside a magia deste filme, desde o momento da sua criação até à energia contagiante do palco. Admito que a geração que cresceu com a música dos Queen (da qual eu faço parte) poderá sentir maior afinidade com o filme, mas não é um factor decisivo para poder gostar mais ou menos.

 

bohemian.jpg

 

    E se a música faz magia, o mesmo pode dizer-se do desempenho de Rami Malek. Acredito que é um sério candidato ao Óscar na cerimónia do próximo ano, caso contrário, será uma grande injustiça. Malek encarna quase na perfeição, e não apenas no aspecto físico, o vocalista dos Queen. Não é fácil para um actor desaparecer por completo no desempenho de uma personagem, mas é isso que acontece. Aquilo que vemos é Freddy Mercury e não Rami Malek, e isso é o que de melhor pode dizer-se do trabalho de um actor.

 

   A cena final, a performance dos Queen no Live Aid, é o melhor momento de Malek. Se fosse pessoa de acreditar nestas coisas, diria que o próprio Freddy deu uma ajudinha. A emoção e energia que transmite faz deste momento o melhor, não só de Malek, mas de todo o filme. É uma lição de cinema que fica na memória.

 

rami-malek-bohemian-rhapsody.jpg

   "Bohemian Rhapsody" tem sido um sucesso em termos de público, mas o mesmo não se passa em relação á crítica especializada, que parece ter dado muita importância a algumas incorrecções na biografia da banda. Não sendo eu uma grande conhecedora da história dos Queen, tais incorrecções não tiveram grande impacto na minha opinião sobre o filme. Vale a pena lembrar que não estamos perante um documentário e, por isso mesmo, são permitidas algumas "liberdades criativas".

 

   Apesar disso, penso que não seria necessário ter antecipado o diagnóstico da doença de Freddie Mercury para antes do Live Aid, quando este só aconteceu 2 anos depois. Percebo que o objectivo foi aumentar a carga dramática mas a cena valia por si, não precisava deste factor. 

 

   Com toda a certeza, não são estes pormenores que retiram a grandeza de um filme que retrata de forma extraordinária, o caminho duma banda que deixou a sua marca indelével e inconfundível na música.

 

   Não sei se foi coincidência, mas reparei que, em ambas as vezes que fui ver o filme, as pessoas não saíram logo da sala de cinema. Ao contrário do que costuma acontecer, a maioria ficou durante os créditos finais. Pode ter sido um acaso, mas acho que não. A música "Don't stop me now" deve ter alguma coisa a ver com isso.

 

                      O BOM - a música, o momento Live Aid, o desempenho de Rami Malek

                      O MAU - algumas incorrecções cronológicas desnecessárias

                      VEREDITO - a não perder

 

 

 

 

 

 

4 comentários

Comentar post

Sobre mim

foto do autor

Pesquisar

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

A Ler

Comentários recentes

  • A Vilã

    É difícil não adorar! O momento final é mesmo o me...

  • Carlos

    Eu vi...e adorei!Foi no sábado passado.Aquele mome...

  • A Vilã

    Então tenho a certeza que vais adorar! Beijinhos.

  • Patrícia Lobo

    Quero muito, mas mesmo muito ver este filme! Acho ...

  • A Vilã

    Eu também . Obrigada por passar por cá.

Arquivo

    1. 2018
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D